Pedro Parente apontado à liderança da Petrobras

Pedro Parente apontado à liderança da Petrobras

Artiggo Gratis CEO Lusofono

Pedro Parente é o nome mais cotado para suceder a Aldemir Bendine na presidência da petrolífera estatal brasileira Petrobras e a nomeação do ex-CEO da Bunge, gigante do agronegócio, deverá ser oficializado amanhã pelo Presidente da República em exercício, Michel Temer.

Para a Petrobras, o nome de Pedro Parente gera conforto porque, embora não seja um técnico, como a ex-presidente da estatal Maria das Graças Foster, e nem experiente em gestão financeira como o atual presidente Aldemir Bendine, tem a confiança do mercado é reconhecida a capacidade que tem de recuperação de empresas e reorganização de estruturas.

Ele comandou a reestruturação da gigante do agronegócio Bunge no Brasil. Foi CEO da companhia, entre 2010 e início de 2014, onde teve experiência na área dos bio-combustíveis, uma vez que a empresa controla 8 fábricas de cana-de-açúcar no País.

Três vezes ministro no governo Fernando Henrique Cardoso, ocupando as pastas de Planeamento, Minas e Energia e da Casa Civil, teve mais tarde papel decisivo na coordenação do comité responsável por administrar a crise de energia elétrica, que afetou o Brasil em 2001.

 


entrada_sitePRb